D3.01 - Lorena "Édo"


Carro de Dwight Edson "Édo" Roosevelt Lemos

Participação em provas

       Data:

05/set/1970

06/dez/1970

13/dez/1970

20/dez/1970

27/dez/1970

07/mar/1971

  Provas

Uma Hora de Calouros

Copa Brasil de Automobilismo

Copa Brasil de Automobilismo

Copa Brasil de Automobilismo

Copa Brasil de Automobilismo

Festival de Marcas

Num

7

10

10

10

10

70

 Piloto

 Dwight Edson Roosevelt Lemos (Édo) 

 Dwight Edson Roosevelt Lemos (Édo)

 Dwight Edson Roosevelt Lemos (Édo)

 Dwight Edson Roosevelt Lemos (Édo)

 Dwight Edson Roosevelt Lemos (Édo)

 Dwight Edson Roosevelt Lemos (Édo)

Chegada

  9° lugar

 não terminou

 não terminou

 não terminou

 não terminou

  2° lugar

Para mais informações clique sobre a prova    


 

Comentários de "Edo":

"Esse Lorena Tunado (fotos abaixo) era meu. Na época eu corria com ele. Tirava os escapes com abafador e colocava uns canos diretos, fui por 2 vezes 2º colocado na preliminar da Copa Brasil quando o Emerson ganhou com a Lolinha T70.

Depois fizemos um outro esse com o Nº 12 e corremos às 12 Horas em 1971, chegamos em 5º e fizemos o 3º melhor tempo de largada, ganhando um premio na época do Banco Português do Brasil.

O carro levei pra Porto Alegre na cor laranja e troquei numa loja por um Triumph Spitfire que vendi aqui em SP. Com a grana fui tentar ser piloto na Inglaterra (seguindo o Emerson) onde fiquei quase um ano (gastei o dinheiro tentando correr, fiquei duro e virei garçom ahahah!). " (Edson Lemos)

"Os Lorena aqui em São Paulo eram montados na oficina da Revol, na Rua João Moura onde fui gerente. Depois o Léon Lorena vendeu os moldes para uma pessoa de Santos e montou uma fábrica de tanques de lavar roupas em fibra. Montei o carro quando trabalhava na oficina onde o Lorena se instalou, de um Fusca 67 onde aproveitamos o chassi. As sinaleiras eram primeiramente de um ônibus americano, depois de uma batida na traseira troquei porque não havia igual, e coloquei as do Corcel. Os faróis duplos são idéia minha. O motor era feito pelo Silvano Pozzi, que depois fabricou os Karts Silpo. Era um VW 1600, dupla carburação 36 Mazzola, uma imitação dos Weber, caixa de cambio normal, com a quarta curta, relação 1 pra 1."

 

Comentário de Mário Estivalét:

"Em 1972 apareceu à venda em Porto Alegre um Lorena laranja, com faróis duplos, motor preparado, e era este do "Édo".

O carro estava à venda na loja "Rui Rob Cars" na rua Miguel Tostes 655, e foi vendido praticamente junto com o meu, que estava em outra revenda. O carro chegou a Porto Alegre na cor vermelha, foi pintado de preto (ver abaixo anúncio de 20/agosto/1972) e depois de amarelo escuro (ver abaixo anúncio de 24/setembro/1972), quase um laranja, sendo então vendido. Na época eu tinha meu Lorena amarelo (Carro 1.01) e demos algumas voltas junto em Porto Alegre. Não lembro o nome do comprador, mas lembro que ele não morava em Porto Alegre, mas sim no interior do Rio Grande do Sul."

"Lembro ainda de um detalhe interessante do carro do Édo. O acionamento dos vidros não tinha máquina de vidro, mas a "engenhoca" era interessante. Era uma bolota que corria em uma fenda no painel da porta, para cima e para baixo na diagonal, acompanhando a inclinação da parte dianteira e do vidro. Esta fenda tinha nas bordas uma chapa metálica cromada, e para fixar a altura do vidro você torcia a bola, travando o vidro na posição. Simples, mas funcionava."

Recibo da carroceria do Lorena

  

  

  

  O Lorena nos 1.000 Km. de Interlagos em 1970, fotografado pelo inglês Karl Ludvigsen.

   

   

Este carro foi montado a partir de uma carroceria, não sendo um dos 22 carros produzidos pela fábrica.

Faróis duplos e incluída tomada de ar sobre o capo traseiro.

Observar neste carro os limpadores nas extremidades do para-brisas.

Atenção especial para o emblema redondo no nariz do carro, com o emblema do "Papagaio".


 

Comentários de "Édo":

"Eu tenho uma declaração do Lorena que foram fabricados 102 (cento e dois) carros, mas isso porque a Federação Paulista só homologava para correr se tivessem sido fabricados mais de cem carros (eheheheh...) senão não podia correr como Divisão 4."

 

 


Anúncios de venda do carro, no jornal "Correio do Povo", de Porto Alegre

  20/agosto/1972 - página: 53

  03/setembro/1972 - página: 53

  10/setembro/1972 - página: 42

  17/setembro/1972 - página: 42

  24/setembro/1972 - página 51

  01/outubro/1972 - página: 53

 08/outubro/1972 - página 51

 15/outubro/1972 - página 53

  22/outubro/1972 - página 53

  29/outubro/1972 - página: 50

 05/novembro/1972 - página 54

  12/novembro/1972 - página 50

 

 

Observação:

No mesmo período estava a venda também em Porto Alegre outro carro Lorena (carro 1-01), inclusive no dia 10/setembro os dois anúncios aparecem na mesma página. Os dois carros foram vendidos praticamente juntos, em revendas diferentes.

 

 

  19/novembro/1972 - página: 50

   

Curiosidade: "Édo" em 2009 com seu forno de pizza.


* * *